JOAQUIM GUILHERME MARTINS CORREIA DE CARVALHO

“Nasceu em Seia a 29 de janeiro de 1922.

DR GCC     

Era filho de Joaquim Augusto Correia de Carvalho e da Sr.ª D. Deolinda Augusta Martins Correia de Carvalho.

Fez a instrução primária na sua terra natal e o liceu em Oliveira do Hospital, que terminou em 1940.

Nesse mesmo ano matriculou-se na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.

O curso terminá-lo-ia em 14 de dezembro de 1949, com a classificação final de “BOM” (15 valores).

Tendo sido convidado para assistente da mesma Faculdade pelo Professor Doutor Gouveia Monteiro, declinou o convite.

Em 1950 foi assistente voluntário da Cadeira de Propedêutica Médica, sob a direção do Professor Doutor Egídio Aires.

Também, como assistente voluntário serviu na Clínica Obstétrica sob a direção do Professor Novais e Sousa.

No ano de 1952, ainda como assistente voluntário, frequentou os Serviços de Pediatria do Instituto Maternal, dirigido pelo Dr. José dos Santos Bessa.

Possuía o curso de Tisiologia Social, que tirou sob a orientação do Professor Doutor Bruno da Costa.

Em 1960, após sete anos de exercício de medicina e depois de concurso público passou a fazer parte do Corpo Clínico do Hospital Sub-Regional de Seia.

Em 1969, foi nomeado Adjunto do Diretor Clínico do mesmo hospital, função essa que exerceu desde 16 de junho desse ano até 2 de maio de 1979. Nessa data foi nomeado Diretor, cargo que ocupou até 25 de junho de 1980, altura em que tomou posse do lugar de Presidente da Comissão Instaladora do mesmo hospital, para o qual foi nomeado por despacho publicado no Diário da República- II Série, nº 129, de 4 de junho.

Concorreu ao lugar de médico dos Serviços- Médico Sociais do Posto de Seia, iniciando essa atividade a 1 de outubro de 1972, tendo sido nomeado seu Diretor a 1 de agosto de 1980, cargo que exercia à data da sua morte.

Em 1969, foi-lhe conferida pela Ordem dos Médicos, a idoneidade técnica para o exercício das funções de Médico do Trabalho.

Foi Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Seia, em cujo mandato se concretizou, muito por sua influência, a doação dos terrenos para a construção do atual quartel dos bombeiros.

Foi galardoado com a Medalha de Mérito pela Câmara Municipal de Seia.

Eis, pois, de uma forma muito breve, um curriculum que diz bem o que foi a personalidade e vida desta figura ímpar de Seia.”

Artigo inserto no Jornal “A Voz da Serra” do dia 3 de julho de 1989, gentilmente cedido pelo seu Diretor, o Sr. José A. Ferreira Matias.